Saiba como é efetuada a limpeza de pele

A limpeza de pele é um procedimento de estética, realizado em consultórios ou clínicas de estética. A limpeza de pele é aconselhada para quem deseja retirar totalmente as impurezas do rosto e é bastante recomendado para aqueles indivíduos que demonstram excesso de cravos.
Em contraste com o que se imagina, a limpeza de pele não é realizada para a remoção de espinhas, até porque retirar espinhas é capaz de ocasionar significativos perigos à saúde, como contaminações. O principal intento da limpeza de pele é retirar cravos, imundícies da pele e, também, o milium (pequenos cistos sobressalentes ocasionados pelo ajuntamento de óleo e de pele nos poros).
A exposição à sujeira e outros fatores ambientais é habitual, e a nossa pele sofre com isto. Impurezas acumuladas, grande produção de óleo, e outros problemas são capazes de acontecer. Para evitar que isso acabe se tornando um problema de pele, uma assepsia mais cuidadosa e específica é essencial. E é isso que a limpeza de pele realiza: uma limpeza bem-acabada e profunda de sua pele.
O aconselhado é que a limpeza de pele seja feita de 2 em 2 meses, para o caso de peles normais a secas, e 1 vez todo mês, nas peles mistas a oleosas e com cravos.

Indicações da limpeza de pele

limpeza-pele A limpeza de pele é aconselhada, principalmente, para remoção de cravos abertos (sinais pretos) ou fechados (pontos brancos) e remoção de miliuns. Serve também para retirar as células mortas e preservar a pele macia e saudável. Todos os padrões de pele adquirem extremamente bem essa prática. A limpeza bem executada auxilia no controle das peles secas, normais, oleosas e mistas. Sem contar o rosto, pode-se executar a limpeza de pele em toda região do corpo, como pescoço e costas.

Sugestões para quem deseja fazer limpeza de pele

1. Depilação

Não faça limpeza de pele profunda no mesmo dia em que fez depilação do buço ou clareou os pelos.

2. Gestação

Mulheres grávidas nunca devem fazer limpeza de pele.

3. Frequência

Faça a limpeza de pele, apenas, uma vez a cada três semanas.

4. Raios Solares

A limpeza de pele profunda não deve ser realizada após exposição à luz solar, pois a melanina, que é responsável pelo escurecimento da pele, permanece em ampla atividade. O oposto inclusive é lícito. Não tome sol depois de fazer limpeza de pele, dado que o rosto está sensível e sem a primeira proteção da pele.

5. Proteção

Mesmo sendo simpatizante à limpeza de pele, use a todo momento filtro solar.

6 Etapas para fazer Limpeza de Pele

limpeza-pele A limpeza de pele tem que ser produzida por uma esteticista e, no geral, deve acompanhar as seguintes etapas:

1. Esterelizar a pele

Consiste em retirar por completo a maquiagem e higienizar a pele aplicando uma loção de higienização a fim de auxiliar a retirar a oleosidade e muitas imundícies da pele. Produtos com Aloe vera são boas opções para desintoxicar a pele. A loção precisará de ser passada com a mão no rosto inteiro, e, a seguir, se pode empregar uma gaze para disseminar o produto por todo rosto, com movimentos giratórios.

2. Abertura dos poros

A abertura dos poros, normalmente, é realizada com o aplique de vapor de ozônio ou inclusive vapor de água, dado que o vapor ajuda a amaciar a pele, viabilizando a remoção de cravos e impurezas. Pode ser empregada também uma máscara a fim de apoiar ainda mais a amolecer a camada de pele mais aparente. O vapor de água ou de ozônio é capaz de durar de cinco a dez minutos e, durante esse período, a esteticista pode fazer massagens nas mãos ou a cabeça do indivíduo que está realizando o procedimento, deixando o momento antecedente à limpeza de pele mais agradável e relaxante.

3. Esfoliação da pele

A esfoliação trabalha para tirar a camada mais superficial da pele, facilitando a extração de cravos e impurezas do passo a seguir. Em pessoas que têm espinhas infeccionadas, essa esfoliação só pode ser realizada com um produto certo, mas em todas as demais situações pode-se usar um creme esfoliante que tenha microgrânulos que, pressionados na pele, facilitam a retirada da imundície. Ao longo da limpeza de pele, os movimentos circulares com uma gaze são vitais para remover o maior número possível de cravos da face e abrir os poros. A remoção inteira do produto pode ser feita com água e uma gaze limpa, preparando a pele para a próxima etapa.

4. Extrair cravos

limpar-pele A retirada dos cravos é efetuada manualmente, com gaze ou um pedacinho de algodão umedecido com uma loção antisséptica, apertando os dedos indicadores em direção avessa. Já a retirada de miliuns necessitará de ser feita com a ajuda de uma microagulha, para penetrar a pele e apertar, removendo a bolinha de sebo que se formou naquela região. Este procedimento é capaz de levar, apenas, trinta minutos e, em geral, inicia na zona T, na seguinte ordem: nariz, queixo, testa e, posteriormente, bochechas.
Após a tirada manual dos cravos e miliuns, pode ser aplicado um dispositivo de alta frequência que ajuda a pele a cicatrizar e tranquilizar. Contudo, uma outra forma de fazer uma excelente limpeza de pele, retirando ao máximo suas sujeiras, é fazer um tratamento profissional chamado limpeza de pele ultrassônica, que usa um instrumento de ultrassom para alcançar as regiões mais profundas da pele.

5. Máscara tranquilizante

Tem a necessidade de ser aplicada uma máscara, geralmente tranquilizante, conforme o modelo de pele, ao longo de aproximadamente 10 minutos com o intuito de auxiliar a reduzir a vermelhidão e a abrandar a pele. Sua remoção pode ser feita com água e gaze limpa, com movimentos em círculos. Durante sua atuação, pode ser efetuada a drenagem linfática manual em todo rosto para ajudar a eliminar a vermelhidão e o inchaço.

6. Emprego de Filtro solar

Para finalizar a limpeza de pele profissional, poderá ser aplicado uma loção hidratante e filtro solar sempre com fator de proteção similar ou superior a 30 FPS. Após esse método, a pele fica mais sensível do que de costume e, em razão disso, o filtro solar é imprescindível para defender a pele dos prejuízos do sol e com a finalidade de evitar o surgimento de manchas escuras na pele, que vão poder surgir se o rosto ficar exposto ao sol ou aos raios UV, por exemplo.

Conheça certos tipos de limpeza de pele

Limpeza de pele convencional

É a limpeza de pele mais usada e feita com produtos de higienização, emoliente, máscara térmica ou vapor, dispositivo de alta frequência antibactericida, máscara e cicatrizante. Pode ser feita em todo tipo de pele e é particularmente eficiente em peles oleosas.

Limpeza de pele com peeling químico

Em alguns casos, a limpeza de pele só não é o bastante. Aí se associa a limpeza ao peeling químico. É adequada para peles com acnes e marcas e o que muda no que se refere à limpeza convencional é o uso de determinados modelos de ácidos no decorrer do processo de profilaxia da pele.

Limpeza de pele com peeling de diamante

O peeling de diamante é ideal para quem tem marcas na pele ou possui pele muito espessa. Ao longo da limpeza de pele, ele auxilia a eliminar as células mortas e afinar a pele, além de trazer os demais benefícios da limpeza como retirada da oleosidade e retirada de impurezas.

Limpeza de pele com hidratação

No momento em que a pele está muito seca ou escamando, esse é o tipo de higienização aconselhada. Os produtos utilizados são para hidratação excessiva e é usado um equipamento próprio de ionização para ajudar a pele a tragar adequadamente os produtos.

Limpeza de pele com revitalização

Além do procedimento de higienização de pele, com a esfoliação e hidratação essencial, são usados produtos específicos com princípios ativos de regeneração, antirrugas, efeito lifting e próprio para repor nutrientes. Tratamento recomendado para peles maduras, sem vida ou cansadas. Um aparelho de microcorrentes que estimula a fibra também é utilizado a fim de auxiliar na hidratação da pele e no efeito lifting.

Aprenda a fazer uma limpeza de pele doméstica

Tenha em mãos: sabão neutro, água quente, gel de limpeza, creme ou gel de hidratação com fator de proteção solar, esfoliante e máscara de rosto.
1 – Limpe o rosto com o sabonete neutro e enxugue.
2 – Bote a água bastante quente em um recipiente, tape o rosto e o recipiente com a mesma toalha, mantenha a cabeça a mais ou menos 45 cm da água e adquira o vapor por 180 segundos.
3 – Passe o esfoliante e esfregue mansamente com as bordas dos dedos, fazendo movimentos circulares por todo o rosto ao longo de três a cinco minutos. Caso a pele seja muito oleosa, não passe de 60 segundos para não estimular mais produção de sebo.
4 – Aplique a máscara de tratamento adequada ao seu modelo de pele ou uma caseira para qualquer tipo de pele, observe a receita: Bepantol (pomada), Hipoglós, 5 gotinhas de vitamina A e cinco gotinhas de vitamina E. Misture em quantidade suficiente para uma aplicação só. Não guarde a mescla para utilização posterior. É capaz de ser misturada nas palmas das mãos. Deixe atuar por 10 minutos.
5 – Enxágue a pele e retire totalmente a máscara. Aplique um tônico com algodão para remover o restante.
6 – Aplique o hidrante para seu tipo de pele. Não imagine que a pele oleosa não precisa de hidratação. Afinal, hidratar é colocar água no interior das células ou evitar que ela se evapore. Use um hidrante “oil free” (sem óleo), em geral vendido como gel ou loção.
7 – Caso o hidrante não possua filtro solar, aplique um com, ao menos, fator de proteção 15.
Independentemente do modelo de pele, todas precisam ser limpas, tonificadas, hidratadas e protegidas. E isto deve ser realizado diariamente, particularmente antes de dormir. Determinados cuidados são necessários para um melhor aspecto e saúde da pele.

Cuidado diário – manhã e noite

Manhã: limpe o rosto com sabonete neutro, aplique tônico com algodão, use hidratante para o dia e aplique filtro solar ou uma base fina com protetor solar.
Noite: depois de lavar o rosto, use um demaquilante por toda a face e pescoço. Utilize hidrante para a noite. (Após aplicar o hidrante para a noite, vá adormecer de luz apagada. Jamais use o computador ou veja televisão, dado que a luz complica a ação do hidratante. )
Não é crucial ir ao salão de beleza ou à esteticista a cada semana com o objetivo de fazer uma excelente limpeza de pele. Exceto se você tem pele muito frágil, acnes inflamadas ou outro problema de pele, nesses casos busque um dermatologista. A limpeza de pele caseira não substitui a necessidade de se fazer a limpeza de pele com um especialista de estética pelo menos uma vez a cada mês para a pele seca, e ao menos uma vez a cada 3 meses para a pele oleosa, só minimiza a necessidade e ajuda a economizar. Para uma limpeza eficiente é aconselhável conhecer primeiramente o seu tipo de pele: seca, normal, mista ou oleosa.
E recorde-se: antes de iniciar qualquer tratamento de pele, é sempre conveniente uma visita a um médico dermatologista de sua confiança.

Saiba como é efetuada a limpeza de pele
Avalie esta postagem

Ana Pafundi Autor

Deixe uma resposta